Limites

Existem pessoas limitadas e outras sem limites
O ponto é encontrar o meio termo e andar na área limítrofe
Não se limitar a exceções e nem morrer pelo excesso
Controlar bem suas emoções e se explodir pegue um recesso
Viva sem limites e ao mesmo tempo limite-se
Andar nesse caminho é como estar em uma cordilheira
Ou chega-se ao topo, ou se morre na ladeira


Desilusão Mórbida

mergulho em meu inferno
busco fugir do deserto
me afogo no oceano indico
não me iludo com a solidão
já são quase quatro da manhã
e eu ainda nem penso no amanhã
quero fugir dos meus vinte e sete
ou pular no abismo que me espera
sozinho no sofá apenas quantifico
se postergar vale realmente a pena
coloco em cheque se vou ou se fico

Distinta Gaiola

Um olhar desencontrado
Deixa um coração acelerado
Seu sorriso encantou 
Indiferente nem notou 
Anos voam feito beija-flor
Levando a esperança de um amor
Outras historias veio contar
Um novo encontro veio a calhar
O olhar ainda lhe tocava
Junto a isso a mão formigava
A conversa parecia banal 
Para ele foi algo surreal
Junto a ele leva o amor embora
Preso em uma distinta gaiola

Artigo Extra 9

Outra vez comemorando o final e inicio de um novo ciclo. Nos últimos 7 anos eu venho dedicando muito do meu tempo a esse espaço poético que criei e mantenho com muito carinho e sentimento. Cada palavra aqui expressada representa uma fase e um pedaço da minha vida. E novamente, em outro ano, vou escrever e destilar todo verbo necessário para esse espaço chegue em varias outras temporadas. 

Meu eu

Eu cantaria as mais belas canções de amor por você
Eu faria com que seus dias fossem cheios de alegria
Eu traria no final do dia um sorriso no rosto para ti
Eu mostraria ao mundo como estou satisfeito com o amor
Eu não hesitaria em demonstrar o que sinto em meu peito
Eu falaria todos os dias como seus olhos me encantam
Mas ainda não faço isso, porque por enquanto sou apenas eu

minha dependência

independência ou dependência
depende
daquilo que pende
de onde vem de repente
independente do que der
tudo indo até onde quiser
posso ir até a sua dependência
encher a sua dispensa
fazer para da sua independência
e de repente
percebo que seu pente
faz parte daquilo de depende
depende se fica ou se vai
porque as vezes tudo independe
se acaba de repente
apenas depende

Sandice qualquer

deve ser loucura minha
uma sandice qualquer
desejar  alguém assim
enfrentar tudo o que vier
nem de longe foi pensado
para perto foi lançado
pele, cheiro e ousadia
boca e olhos insinuantes
tudo envolto de euforia
certo e errado tão excitantes